NOTA DO AUTOR:.

Sempre faço as mesmas perguntas a mim mesmo a respeito das minhas criações:

– Os livros que publiquei, realmente são o melhor que posso fazer?

– Toda minha experiência foi retrata em três livros?

– Estou totalmente satisfeito com o que escrevi?

Por mais que os leitores adorem, elogiem, alguns até mesmo dizem que a minha coleção do Clube dos Homens são os melhores livros que leram na vida, mesmo assim uma sensação de INCOMPLETUDE fica presente em meu dia-a-dia.

– Eu poderia ter feito melhor.

A grande verdade é:eu mal levei à sério quando escrevi esses livros; não sabia que um dia seriam publicados e, afinal de contas, o livro UM escrevi em três dias, o livro DOIS também foi rápido e o livro TRÊS a mesma coisa.

Tanto que esses dias eu estava falando para a minha mãe:

– Os livros que escrevi são bons, mas sinto que não está bom para mim, sinto que não me dediquei suficiente.Na minha concepção o conteúdo não está extraordinário.

Ela respondeu que nenhum livro é feito em dias, que muitos levam anos de edição para chegarem até o público.

Mas se eu tivesse feito algo, algo que sei que posso fazer, algo extraordinário, que possa dedicar todo o meu tempo e atenção, com toda certeza seria um best-seller mundial.

Afinal, vendi milhares de cópias dos CDH: um livro extraordinário deve vender milhões de cópias no mundo todo.

Então devo aceitar a realidade. Eu não criei nada FENOMENAL OU EXTRAORDINÁRIO.

– MAS EU VOU!

Essa foi a conversa que tive com ela há alguns meses, enquanto estava desenvolvendo a minha obra-prima: um diamante lapidado cuidadosamente para ser o carro-chefe da minha coleção.

Espero que todos pensem a mesma coisa após ler: será muito diferente do que vocês já tiveram contato. O conteúdo foi feito com dedicação e carinho: foi escrito, lido, reescrito incontáveis vezes, até que, por fim, estivesse pronto. Eu escrevi três livros para satisfazê-los: mas esse foi escrito para suprir meu ideal de criação.

Não posso afirmar que vai vender milhões de cópias. Mas eu sei de uma coisa: finalmente não tenho mais negócios inacabados; ao final das últimas palavras e frases que escrevi, eu posso afirmar com extrema convicção:

EU CRIEI ALGO EXTRAORDINÁRIO!

J.F Rozza

 

Nova tiragem: Pronta entrega

 

LIVRO COMO NASCE UM CAFAJESTE
R$29,90
Quantidade
LIVRO COMO NASCE UM CAFAJESTE R$29,90

NOTA DO AUTOR:.

Sempre faço as mesmas perguntas a mim mesmo a respeito das minhas criações:

– Os livros que publiquei, realmente são o melhor que posso fazer?

– Toda minha experiência foi retrata em três livros?

– Estou totalmente satisfeito com o que escrevi?

Por mais que os leitores adorem, elogiem, alguns até mesmo dizem que a minha coleção do Clube dos Homens são os melhores livros que leram na vida, mesmo assim uma sensação de INCOMPLETUDE fica presente em meu dia-a-dia.

– Eu poderia ter feito melhor.

A grande verdade é:eu mal levei à sério quando escrevi esses livros; não sabia que um dia seriam publicados e, afinal de contas, o livro UM escrevi em três dias, o livro DOIS também foi rápido e o livro TRÊS a mesma coisa.

Tanto que esses dias eu estava falando para a minha mãe:

– Os livros que escrevi são bons, mas sinto que não está bom para mim, sinto que não me dediquei suficiente.Na minha concepção o conteúdo não está extraordinário.

Ela respondeu que nenhum livro é feito em dias, que muitos levam anos de edição para chegarem até o público.

Mas se eu tivesse feito algo, algo que sei que posso fazer, algo extraordinário, que possa dedicar todo o meu tempo e atenção, com toda certeza seria um best-seller mundial.

Afinal, vendi milhares de cópias dos CDH: um livro extraordinário deve vender milhões de cópias no mundo todo.

Então devo aceitar a realidade. Eu não criei nada FENOMENAL OU EXTRAORDINÁRIO.

– MAS EU VOU!

Essa foi a conversa que tive com ela há alguns meses, enquanto estava desenvolvendo a minha obra-prima: um diamante lapidado cuidadosamente para ser o carro-chefe da minha coleção.

Espero que todos pensem a mesma coisa após ler: será muito diferente do que vocês já tiveram contato. O conteúdo foi feito com dedicação e carinho: foi escrito, lido, reescrito incontáveis vezes, até que, por fim, estivesse pronto. Eu escrevi três livros para satisfazê-los: mas esse foi escrito para suprir meu ideal de criação.

Não posso afirmar que vai vender milhões de cópias. Mas eu sei de uma coisa: finalmente não tenho mais negócios inacabados; ao final das últimas palavras e frases que escrevi, eu posso afirmar com extrema convicção:

EU CRIEI ALGO EXTRAORDINÁRIO!

J.F Rozza

 

Nova tiragem: Pronta entrega